Blog do Chamba entrevista: Domênico Gatto

FOTO: Mondo Palmeiras

FOTO: Mondo Palmeiras

Domênico Gatto é o representante palmeirense no programa ‘Estádio 97’, da rádio Energia 97. Além de fazer parte do programa esportivo, Domênico comanda o programa ‘Palhacinho’, que também é da rádio Energia 97. Seu principal talento é a voz, por isso é conhecido como a ‘Voz do rádio’. Trabalhou em rádios como a Bandeirantes, Jovem Pan e Metropolitana. Além disso, também já fez narrações de algumas partidas de futebol. Quer saber mais? Confira a entrevista exclusiva que ele cedeu ao blog.

Blog do Chamba entrevista: Domênico Gatto 

Blog do Chamba: Domênico, como você chegou ao ‘Estádio 97’? 

Domênico Gatto: Eu trabalhava na rádio Jovem Pan 2 FM, e então eu fui chamado para trabalhar aqui. Como eu ouvia o programa e não tinha nenhum torcedor do Palmeiras, eu mesmo me convidei para participar do Estádio 97. 

BC: Você tem formação acadêmica? Se sim, em que faculdade? 

Domênico: Infelizmente não sou formado, nunca tive tempo para isso. Eu tenho o segundo grau completo e um curso de locução no SENAC, em 1986. 

BC: Quais foram os lugares que você já trabalhou? Em que ano você entrou no ‘Estádio 97’? 

Domênico: Bom, vamos lá. Eu trabalhei na rádio Bandeirantes FM de Araraquara, em 1986. Em 87, fui para a rádio Bandeirantes FM de São Paulo. No mesmo ano, me transferi para a também rádio Bandeirantes FM, porém, em São José dos Campos. No ano seguinte, eu trabalhei na rádio Educadora FM de Campinas. Em 1989, mudei para a rádio Tribuna FM de Santos. Ainda em 89, fiz parte da rádio Metropolitana FM de São Paulo. No ano de 1995, fui para a Transamérica FM de São Paulo. Em 1997, para a Nativa FM de São Paulo. Um ano depois, para a Jovem Pan 2 FM de São Paulo. E finalmente em 1999, entrei na rádio Energia 97, no qual, estou até hoje. 

BC: Domênico, o que é preciso para ter essa ‘voz de locutor de rádio’? (rs) 

Domênico: Oras, é necessário nascer com ela (rs). Eu sempre quis fazer rádio, acho que se trata de um dom, ou seja, você nasce com isso.   

BC: Outro dia eu estava assistindo à televisão, quando vi um comercial e percebi que a voz que o narrava era sua. E não foi o primeiro que eu vi com você. Você tem recebido muitos convites para fazer esse tipo de trabalho? 

Domênico: Na realidade, eu faço esse tipo de trabalho há muito tempo. Graças a Deus eu estou recebendo alguns convites ultimamente. 

BC: Você já foi convidado para ser narrador de jogos de futebol? Se sim, por que não aceitou? Domênico: Eu já narrei jogos pela Gazeta AM, mas foi por pouco tempo. Narrei a Copa do Mundo de 1994 em uma outra emissora também, e fiz algumas partidas aqui mesmo na Energia 97. 

BC: Agora vamos falar um pouco do nosso time do coração, o Palmeiras!!! Será que esse ano o Brasileirão é nosso? 

Domênico: Olha, é difícil dizer se seremos campeões, pois trata-se de uma das competições mais difíceis de se conquistar. Porém, se o time continuar com essa mesma pegada e não vender nenhum jogador, temos totais condições de levar o caneco esse ano. 

BC: É claro que o time tem ótimos jogadores, mas também tem aqueles que você não quer ver nem pintado de ouro. Se você fosse técnico do Palmeiras, quais jogadores, do elenco atual, você dispensaria? 

Domênico: Fabinho Capixaba, Mozart, Jumar, Jefferson… E mais alguns nomes que não estou lembrando nesse momento.

BC: O Atlético-MG é cavalo paraguaio?

 
Domênico: Eu diria que o cavalo paraguaio é o Celso Roth, e não o Atlético-MG.

 BC: Há algum jogador que nunca vestiu o manto alviverde, mas que você gostaria de ver jogando no Verdão? 

Domênico: Muitos. O Messi, o Ronaldinho Gaúcho, entre tantos outros… 

BC: Falando um pouco da história do clube. Qual o grande momento do Palmeiras, que você presenciou, e nunca sairá da sua memória? 

Domênico: São inúmeros. Entre eles, a conquista do Campeonato Paulista em 1993, o Campeonato Brasileiro de 1994, as duas eliminações da Copa Libertadores em cima dos Gambás, e claro, o título da Libertadores em 1999.  

Bate-bola com o blog:  

BC: Melhor programa esportivo da televisão?

Domênico: Não tem. 

BC: Melhor narrador esportivo?

Domênico: José Silvério. 

BC: Melhor comentarista esportivo?

Domênico: Mauro Betting. 

BC: Um ídolo no futebol?

Domênico: O ‘São’ Marcos.

Anúncios

Sobre Thiago Kimori


3 respostas para “Blog do Chamba entrevista: Domênico Gatto

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: